Saídas Profissionais

O Curso de Especialização Tecnológica em Gestão de Redes e Sistemas Informáticos tem por objectivo principal formar profissionais técnicos especialistas com competências nas áreas das ciências da computação e dos sistemas e tecnologias de informação aplicadas especificamente à área da gestão de redes informáticas. À semelhança do que sucede já em outros países da Europa, surge a necessidade de formar técnicos especialistas nesta área com competências que lhes permitam integrar e aplicar adequadamente ferramentas de gestão de redes e sistemas e tecnologias de Informação nas organizações empresariais. Pretende-se, deste modo, que os profissionais e organizações empresariais portuguesas prestem melhores serviços à sociedade, devidamente alinhados com os paradigmas da Sociedade da Informação.
Os futuros técnicos especialistas em Técnico/a Especialista em Gestão de Redes e Sistemas Informáticos ficarão formados com capacidades para, em equipa ou isoladamente, planear, conceber, produzir, implementar, testar e validar redes de computadores e sistemas de informação
em contextos de organizações empresariais, permitindo a ligação a bases de dados, utilizando mecanismos de segurança e de protecção na transferência de dados incluindo conteúdos multimédia.



- Os futuros profissionais ficarão aptos a implementar tais tecnologias informáticas nas empresas e nas organizações em geral, ficando com competências técnicas em domínios como:

  • Planear e projectar redes de comunicação, de acordo com as necessidades da organização, reflectindo preocupações com a ergonomia e com a segurança.
  • Identificar as ferramentas utilizadas para realizar tarefas administrativas.Analisar e interpretar as políticas e requisitos da organização.
  • Identificar a arquitectura de rede e os protocolos mais adequados à situação e às necessidades da organização.
  • Identificar o hardware e o software necessários à comunicação em rede.
  • Planear a arquitectura da rede, os serviços e os protocolos.
  • Planear domínios e serviços de directoria informática em ambiente empresarial e implementálos correctamente.
  • Definir perfis de utilização e políticas de contas.
  • Projectar redes com cablagem estruturada e instalá-las correctamente.
  • Instalar e configurar redes de comunicação, ao nível da infra-estrutura de cablagem, do sistema operativo, do equipamento e dos serviços, utilizando os procedimentos adequados, com vista a assegurar o seu funcionamento correcto.
  • Proceder à aquisição do equipamento e software necessários, tendo em atenção uma consulta ao mercado e a análise das propostas.
  • Instalar e configurar sistemas operativos (baseados em Windows ou Linux), os servidores, os serviços e os periféricos da rede, utilizando os procedimentos e instrumentos adequados.
  • Instalar e configurar plataformas cliente -servidor em ambientes de rede e em sistemas isolados (standalone), utilizando os procedimentos e ferramentas adequadas.
  • Instalar e configurar infra-estruturas de rede baseadas num sistema operativo, usando a tecnologia mais adequada (cablagem UTP, fibra óptica, redes sem fios), e os procedimentos e ferramentas adequadas.
  • Proceder ao teste global do funcionamento da rede, utilizando os procedimentos e ferramentas adequadas.
  • Gerir e manter redes de comunicação, sistemas, serviços e servidores, de forma segura, eficiente e fiável, com o objectivo de optimizar o respectivo funcionamento.
  • Apoiar e gerir redes: protocolos e aplicações; monitorização da utilização da rede e contabilização; políticas e aplicações de registo; servidores de autenticação, autorização, registo e contabilização.
  • Apoiar e gerir sistemas: modelos e aplicações, ferramentas, sistemas operativos, políticas de backup, redundância e fiabilidade, preparação de planos de emergência, estipular tolerância a falhas.
  • Apoiar e gerir serviços informáticos: políticas de licenciamento, suporte e manutenção, apoio aos utilizadores (helpdesk), ferramentas de apoio à instalação, diagnóstico, gestão e recuperação da informação.
  • Apoiar e gerir servidores (correio electrónico, web, bases de dados e arquivo).
  • Gerir utilizadores e computadores de forma centralizada.
  • Realizar suporte em plataformas cliente -servidor em ambientes de rede e em sistemas isolados (standalone).
  • Gerir e realizar suporte a infra-estruturas de rede baseadas num sistema operativo.
  • Participar no projecto de um ambiente de trabalho seguro para redes empresariais: Identificar ameaças à segurança e definir níveis de segurança.
  • Planear e implementar políticas e procedimentos de segurança dos sistemas e da informação, incluindo redes, sistemas e bases de dados.
  • Planear, instalar, configurar, administrar e dar suporte a um sistema de bases de dados estruturadas.
  • Instalar, configurar e administrar plataformas de correio electrónico (e -mail) e serviços web.

 

- O Curso de Especialização Tecnológica em Técnico/a Especialista em Gestão de Redes e Sistemas Informáticos pretende, ainda, dotar o aluno de um conjunto de competências específicas a nível sócio-cultural que lhe permitam:

 

  • Utilizar métodos e técnicas de pesquisa, registo e tratamento da informação.
  • Dominar a oralidade e a escrita da Língua Portuguesa.
  • Dominar as regras de escrita de textos informativos.
  • Recorrer a métodos e técnicas de trabalho individual ou em grupo.
  • Ter capacidade de expressão oral e escrita em língua Inglesa, com foco na área das tecnologias de gestão de redes e desenvolvimento de sistemas de informação.
  • Conhecer e aplicar princípios éticos e sociológicos no desenvolvimento de sistemas de informação.
  • Perspectivar o enquadramento das redes e dos sistemas de informação em organizaçõesn empresariais e as novas formas de trabalho daí decorrentes.
  • Reconhecer obstáculos à inovação tecnológica, tendo capacidade para com eles lidar.
  • Possuir sensibilidade para as relações interpessoais, quer a nível horizontal com os colegas de trabalho, quer verticalmente com superiores e inferiores hierárquicos.
  • Possuir sensibilidade para as questões relacionadas com a educação e a formação, quer do ponto de vista do formando quer do formador.