Metodologia de Ensino

No curso de Engenharia Informática, o ensino é muito mais vocacionado para o desenvolvimento de competências do que propriamente para uma mera transmissão de conhecimentos. Assim, para se atingirem as competências pretendidas, as aulas são predominantemente teórico-práticas e práticas-laboratoriais, exigindo-se da parte do aluno um substancial trabalho suplementar e proactivo fora das horas de contacto.

Para permitir que o aluno aplique os conhecimentos adquiridos de modo a demonstrar uma abordagem profissional ao trabalho desenvolvido no âmbito da Engenharia Informática, e integrar o mercado de trabalho nas áreas profissionais da Engenharia da Comunicação de Dados (Data Communications Engineering), Desenvolvimento de Software e Aplicações (Software and Application Development), Arquitecturas e Concepção de Software (Software Arcitecture and Design), Concepção de Aplicações Multimédia (Multimedia Design) e Especialista de Sistemas (Systems Specialist), incluíram-se no plano curricular as seguintes unidades curriculares, todas elas incluindo uma percentagem mínima de 50% de componente prática laboratorial em laboratório de Informática ou laboratório de Electrónica e Sistemas Digitais:

a) Competências profissionais em Comunicação de Dados: Redes de Computadores I, Redes de Computadores II, Linguagens de Programação I, Linguagens de Programação II, Electrónica Aplicada, Sistemas Digitais, Arquitectura de Computadores e Sistemas Operativos.

b) Competências profissionais em Desenvolvimento de Software e Aplicações: Algoritmia e Programação, Algoritmos e Estruturas de Dados I, Algoritmos e Estruturas de Dados II, Linguagens de Programação I, Linguagens de Programação II, Bases de Dados, Engenharia de Software.

c) Competências profissionais em Arquitecturas e Concepção de Software: Electrónica Aplicada, Sistemas Digitais, Arquitectura de Computadores, Algoritmia e Programação, Algoritmos e Estruturas de Dados I, Algoritmos e Estruturas de Dados II, Linguagens de Programação I, Linguagens de Programação II, Engenharia de Software.

d) Competências profissionais em Concepção de Aplicações Multimédia: Multimédia I, Multimédia II, Sistemas de informação, Bases de Dados, Algoritmia e Programação, Algoritmos e Estruturas de Dados I, Algoritmos e Estruturas de Dados II, Linguagens de Programação I, Linguagens de Programação II.

e) Competências profissionais de Especialista de Sistemas: Sistemas de Informação, Bases de Dados, Análise de Sistemas, Investigação Operacional, Engenharia de Software.

f) Um conjunto de unidades curriculares que proporcionam os fundamentos associados às ciências de base que são necessários para a correcta compreensão e manipulação dos conceitos desenvolvidos nas unidades curriculares indicadas acima, nomeadamente: Análise Matemática I, Física, Electromagnetismo, Análise Matemática II, Estatística Aplicada e Análise Numérica.

ensino