Investigação Operacional

Denominação Estratégia ECTS
Investigação Operacional Teórica/prática

4

Área científica: Ciências Informáticas
Objectivos de aprendizagem:

No final da unidade curricular de Investigação Operacional (IO), os alunos deverão possuir competências específicas que lhes permitam: formular Modelos de Programação Linear; Resolver Graficamente Problemas de Programação Linear; Usar o Método do Simplex; Entender a Dualidade em Programação Linear.

Síntese programática:

Origem, objecto e metodologia da Investigação Operacional.
Formulação de Modelos de Programação Linear.
Resolução Gráfica de Problemas de Programação Linear.
Método do Simplex. Dualidade em Programação Linear.

Competências específicas adquiridas:

Lista de competências a alcançar no final da unidade curricular de Investigação Operacional usando o formato dos Descritores de Dublin:

1. Conhecimento e capacidade de compreensão:

1.1. Compreensão das principais técnicas matemáticas e estatísticas que, associadas à metodologia subjacente à Investigação Operacional, nomeadamente, a orientação sistémica e a aplicação do método científico, permitam obter boas soluções para diversos tipos de problemas de decisão.

2. Aplicação de conhecimentos e compreensão:

2.1. Capacidade de aplicar técnicas matemáticas e estatísticas que, associadas à metodologia subjacente à Investigação Operacional, nomeadamente, a orientação sistémica e a aplicação do método científico, permitam obter boas soluções para diversos tipos de problemas de decisão.

3. Realização de julgamento/tomada de decisões:

3.1. Capacidade de escolha de sistemas e algoritmos de Investigação Operacional adequados a situações específicas.

3.2. Capacidade de integrar e participar nas actividades de equipas de apoio à decisão.

4. Comunicação:

4.1. Comunicação em equipas de carácter multidisciplinar.

4.2. Capacidade de diálogo com utilizadores e clientes.

5. Competências de auto-aprendizagem:

5.1. Aprendizagem autónoma de novos avanços verificados em Investigação Operacional.

Referências bibliográficas:

[1] Ramalhete, M.; Guerreiro, J.; Magalhães, A. – Programação Linear, Volume I – McGraw Hill, 1984?

[2] Ramalhete, M.; Guerreiro, J.; Magalhães, A. – Programação Linear, Volume II – McGraw Hill, 1985?

[3] Themido, I. H.; Tavares L.V.; Oliveira, R.C.; Correia, F.N. – Investigação Operacional – McGraw Hill, 1996

[4] Bronson, R; Naadimuthu, G. – Investigação Operacional, 2a Edição – McGraw Hill